IMG_3146.JPG

Falar sobre mim nunca foi me foi um assunto agradável.

 Mas na vida a gente sempre encontra aquelas pessoas especiais que conseguem nos deixa relaxado o bastante pra se abrir.,

Graças a Deus eu sempre encontrei pessoas assim, que me fazem sentir à vontade para falar um pouco sobre  aquelas feridas saradas ainda não tão saradas assim, mas confesso que ja foi bem mais difícil pra mim e levou bastante tempo para que essas conversas se tornassem normais.,


Eu fugi do assunto várias vezes, e quando eu finalmente me abria com alguém eu me deprimia a ponto de achar que nunca mais me abriria novamente.

Mas se tem uma coisa que sempre foi mais forte em meu coração era

a vontade de ajudar a todos que eu encontrava no caminho mesmo que fosse somente com uma palavra de consolo, e mais uma vez eu encontrava a coragem de compartilhar alguns momentos trágicos já superados e dizer, olha você também vai superar isso como eu superei! Acho que foi daí que eu tirei a força para aos pouco ir me abrindo cada vez mais um pouquinho.


Ao final de cada vez que contava um pouco sobre mim eu sempre ouvia a mesma coisa, NOSSA SUA VIDA DÁ UM LIVRO, UM FILME, ECREVA UM LIVRO.

Sempre gostei da ideia!

Por várias vezes eu peguei o caderno, o computador, o celular, e ficava como estátua, não conseguia escrever nada!

Na vida tudo tem o tempo certo? Ou a gente faz o tempo? Ou a gente se perde no tempo? Ainda não sei ao certo! As vezes me sinto perdida no tempo, e as vezes sinto o tempo perdido em mim.

 Mas aqui estou eu tentando escrever um pouco sobre os capitulos da minha vida.